Primavera: cuidados com as alergias respiratórias



A estação mais bonita do ano chegou! E com ela, a primavera, os dias ficam mais ensolarados, coloridos e alegres. Por isso, observamos um aumento de passeios ao ar livre. As idas aos parques, pracinhas e até mesmo às praias com os pets ficam mais recorrentes, aumentando a exposição dos pets a inúmeras doenças.


Este contato aumentado torna ainda mais frequente o que chamamos de doenças da temporada. Com o aumento das flores e, por consequência, do pólen no ar, alguns sintomas podem aparecer: chiado no peito, tosse, espirros e dificuldade de respiração.


Chamadas de alergias atópicas, ou seja, quando não há uma causa definida, as alergias respiratórias também podem ser desencadeadas pelo aumento de pó no ambiente, ácaros e até mesmo fungos. Nestes casos, a doença pode causar dermatites, coceiras, perda de pelo, corrimento ocular ou nasal e vermelhidão da pele.


Por isso, nesta época do ano é importante que o tutor tome alguns cuidados preventivos para que o animalzinho não sofra.


1 – Fique atento aos sintomas físicos: Essas alergias se manifestam de forma visual e geralmente fácil de detectar. A vermelhidão, seja ela nos olhos, ouvidos, patas ou na pele, é um dos sinais mais claros. Além da queda ou falha nos pelos e areia ao redor dos olhos.


2- Conheça o seu pet: Alguns animais têm maior tendência a ter alergias respiratórias. Nesses casos o acompanhamento veterinário é indispensável. Se você já conhece o seu amiguinho e sabe que ele tem uma maior sensibilidade ao pólen, evite levá-lo a ambientes com muitas flores ou grama.


3- Higiene pós-passeio: Nesta época é muito importante escovar os pelos do animal e limpar as patinhas ao chegar de um passeio. Assim, diminuímos a incidência de pólen no ambiente de casa, reduzindo o contato dele com o pet.


4- Nada de cortar os banhos: Manter os banhos regularmente, seja toda semana ou a cada 15 dias, também auxilia na limpeza do animal, retirando qualquer impureza, ácaro, pó ou pólen que podem desencadear alergias.


5- Proteção contra pulgas e carrapatos: Esses dois bichinhos são ainda mais recorrentes na primavera devido ao aumento de temperatura e umidade no ar. Além de desencadearem/agravarem casos alérgicos, eles podem transmitir doenças aos pets e a nós humanos. Por isso, mantenha os cuidados com o seu animal em dia.

19 visualizações

Posts recentes

Ver tudo