Você já ouviu falar em Tosse dos canis?


Muito comum no inverno, a Tosse dos Canis se assemelha a gripe humana, só que nos cachorros. É causada por micro-organismos, como Bordetella Bronchiseptica, CAV-1, CAV-2 e pelo vírus da parainfluenza canina, transmitida por bactérias. Seu contágio é mais recorrente no frio, onde há maior oscilação de temperatura e umidade. Considerada uma zoonose, também pode ser chamada de traqueobronquite infecciosa canina, atingindo humanos e animais.


Quando acometidos, os animais tendem a apresentar sintomas como febre e tosse, além de espirros frequentes e secreção nos olhos e nariz. Outros sinais de alerta são: falta de apetite e vômito. Nesses casos, leve seu pet imediatamente ao veterinário de sua confiança. Essa não é uma doença grave, mas causa um enorme desconforto ao animal.


A Tosse dos Canis é uma doença altamente contagiosa e pode ser contraída em pet shop, parques ou em ambientes com muitos animais. O diagnóstico é baseado em uma análise minuciosa do veterinário sobre a rotina do animal, sintomas, histórico clínico e exames de imagem. Além da observação sobre o estado físico do pet.


Muitos desses animais acabam por se curar sozinhos quando acometidos por uma infecção mais branda. Já aqueles que possuem sintomas mais severos devem partir para tratamentos medicamentosos e, caso a doença persista por mais de duas semanas, refazer exames e reavaliar. O veterinário pode optar ou não pelo uso de antibióticos, corticoides, broncodilatadores, antitussígenos e mucolíticos, de acordo com a gravidade.


Para prevenir a doença é importante manter a vacinação do seu pet em dia. Outra dica é evitar levar o cãozinho a lugares com muitos animais, principalmente no inverno, e manter a alimentação balanceada e com todos os nutrientes necessários.

13 visualizações

Posts recentes

Ver tudo