Assaduras e feridas: entenda as causas e cuidados


Para os animais com deficiência de paraplegia, a movimentação ocorre, na maior parte do tempo, por meio do arrasto. Desta forma, esses animais permanecem em atrito constante com o chão, podendo causar feridas e assaduras. Mesmo com o uso correto e adequado da cadeirinha, pois a recomendação é que o pet não permaneça mais do que algumas horas neste apoio.


Por conta do constante atrito, entre o chão e as patas traseiras, acontece o aparecimento de feridas e assaduras que precisam de cuidados regulares e de forma correta. Procure um veterinário de confiança e entenda quais as melhores pomadas e medicamentos para tratar o seu animal, lembrando que cada pet é único em rotina e resposta aos medicamentos. Faça curativos com bandagens e aposte em estratégias que diminuam o atrito, como as roupinhas ou meias.


Aqui no nosso site, você também pode acessar o informativo “Cuidados com as patinhas traseiras dos cãodeirantes” para saber mais sobre os cuidados e manejos.


Além dos pets paraplégicos, os pets com tetraplegia ou idosos que ficam muito tempo na mesma posição também podem apresentar feridas, que chamamos de escaras. Nestes casos, além dos cuidados com higiene, pomadas e curativos, é importante trocar os pets de lado de duas em duas horas e usar colchões chamados de casca de ovo para auxiliar e evitar o aparecimento destas feridas.

Outro ponto a ser observado com cuidado é a higiene do animal. Devido ao não funcionamento ideal da bexiga e intestino, a grande maioria dos animais cadeirantes não fazem xixi ou coco sozinhos, precisando de esvaziamentos frequentes e até mesmo, o uso das fraldas. No caso do uso de fraldas é necessário um cuidado ainda maior com a troca, higiene e limpeza.


Para os cachorrinhos paraplégicos as fraldas são uma saída quando há escapes de xixi, impedindo que molhem ou sujem outros ambientes. Porém, elas também podem causar um abafamento da região promovendo assaduras e infecções.


Fique sempre de olho para que o animal não permaneça muito tempo com a mesma fralda, principalmente se estiver molhada. Escolha o tamanho ideal para o seu pet, impedindo que fique apertado ou muito folgado. Além de mantê-lo ao menos por um breve período sem ela.

19 visualizações

Posts recentes

Ver tudo