Ele faz xixi sozinho?


Um dos principais cuidados quando falamos em adoção de cães cadeirantes é a atenção com o esvaziamento de bexiga e intestino por parte do tutor. Logo surgem as famosas perguntas: “Mas porque eles usam fraldas?” “Ele não faz xixi sozinho?” Para tentar entender melhor essa necessidade e como funciona o sistema urinário desses cãezinhos, precisamos ir um pouco mais a fundo.



O uso da fralda por um cãozinho cadeirante não é obrigatório e sim uma precaução. Há alguns casos em que o animal, mesmo com os movimentos comprometidos, ainda consegue controlar a bexiga e o momento de urinar sem que haja escapes, mas eles são a minoria. É necessário entender a diferença entre o pet fazer xixi de maneira consciente e a urina sair involuntariamente.


A paraplegia canina pode ser causada por diferentes tipos de lesões na medula do animal. Esse cenário acaba por comprometer também a capacidade de urinar e dificulta o esvaziamento da bexiga, por conta de ligação direta entre a medula e o sistema urinário. Dessa forma, há três tipo de bexigas na lesão medular:


1 – Espástica: Como o nome sugere, nesses casos o animal sente a vontade de fazer xixi, quase como um ‘espasmo’, porém, não possui controle sobre isso. O animal até consegue urinar sozinho, mas não de forma voluntária. O que acontece é um “transbordamento” da bexiga que já estava cheia. Nestes casos, o ideal é realizar o esvaziamento ao menos 3 vezes por dia para que isso não aconteça.


2- Flácida: Animais com a bexiga flácida não conseguem reter a urina. Isso faz com que ela saia a qualquer momento, independentemente de a bexiga estar cheia. Os cães com essa patologia tendem a ficar constantemente de fralda.


3- Mista: Quando a bexiga apresenta ambos dos sintomas citados anteriormente.


Nos três casos, a função da bexiga é comprometida e não age corretamente da forma que deveria. Em geral, os cães cadeirantes não possuem a autonomia de urinar e controlar o sistema urinário sozinho, precisam do auxílio dos tutores. Por isso, é importante ter a consciência de que o esvaziamento de bexiga e/ou a utilização da fralda, são sim necessários e recomendados para os cãodeirantes.


Esse esvaziamento da bexiga, além de tudo, previne a infecção urinária, comum em cães com deficiência física.

114 visualizações

Posts recentes

Ver tudo