6 Dicas para Deixar Sua Casa Pronta para Receber um Filhote


A escolha de um novo ou primeiro melhor amigo é sempre muito especial para a família. Quando a adoção se trata de um filhote, essa decisão vem acompanhada da responsabilidade de fornecer um ambiente seguro e equipado com tudo que o pequeno precisa. Estar com a casa preparada antes mesmo da chegada do animal faz toda a diferença no quesito ‘adaptação’ para ambos os lados.


É muito importante ter em mente que o filhote está conhecendo e aprendendo sobre tudo que está à sua volta. Neste momento, atitudes relaxadas, positivas e que não transpareçam preocupação farão com que ele seja um cão com tais características no futuro.


Pensando em auxiliar as famílias e cuidar dos cachorrinhos que estão para chegar, a Cãodeirante preparou 6 dicas infalíveis que vão te ajudar muito neste primeiro momento:


1- Segurança sempre em primeiro lugar:

Seja com um perfil brincalhão e espoleta ou aqueles mais quietinhos, os filhotes são mais exploradores do que imaginamos. Um ambiente sem a devida segurança pode causar tombos e traumas que duram para a vida toda. Comece andando pela casa e detecte pontos de fios soltos e fáceis de acessar, os pequenos adoram usar cada um deles como “mordedor”. Outra dica é sempre telar janelas e portas, além de colocar barreiras nas escadas;


2- Escolha o lugar ideal e fixo para as necessidades:

Antes da autorização de um veterinário e vacinação devida, os filhotes não podem passear na rua, por isso é importante já definir um lugar dentro de casa para que ele faça suas necessidades. Os hábitos aprendidos nesta fase tendem a durar por toda a vida do animal. O segredo é ser paciente e insistente. Defina o local e insista para que ele faça no lugar certo, usando a técnica do reforço positivo;


3- Mordedores e brinquedos:

É muito importante que a casa já tenha os brinquedos do novo amiguinho antes mesmo dele chegar. Isso evita que ele mexa em outras coisas como fios, chinelos e almofadas. Ao escolher os brinquedos, busque sempre aqueles apropriados para a idade do seu filhote. Opte por ter opções de modelos de borracha e pelúcia, assim ele poderá escolher o que mais gosta. E claro, não se esqueça de reservar um tempinho para brincar com o seu amigo;


4- Comedouro e bebedouro:

Prepare-se para a chegada do animal já com o comedouro e bebedouro apropriado para sua idade e já defina um lugar específico para o lugar de cada um deles. Dessa forma, o cachorrinho já começa a se acostumar com o lugar e pote em que fará a refeição. Nessa idade eles precisam de rotina, por isso, defina junto a um veterinário o horário certo e quantidade de ração para o novo membro da família;


5- Um lugar legal para descansar:

Assim que chega em casa, o filhote costuma procurar o seu espaço e cantinho preferido. É neste momento que o tutor deve apresentar a ele sua nova cama. Opte por um cestinho confortável e compatível com o tamanho do animalzinho. Uma boa dica é sempre comprar um tamanho maior do que o recomendado, assim, não faltará espaço. Aprender o seu cantinho desde cedo evitará que ele durma em lugares não desejados, como a cama dos tutores;


6- Prepare o orçamento para primeiros gastos:

Caminha, potes, coleira, guia, tapetes higiênicos, ração e tantas coisas essenciais para o filhote, requer um primeiro orçamento maior do que os meses seguintes, se prepare. Antes de tomar a decisão definitiva da adoção, lembre que ter um animalzinho em casa significa ter uma nova responsabilidade, inclusive financeira.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

©2020 por Giovanna Perdomo de Castro Paulo

Todos os direitos reservados

  • Branco Facebook Ícone
  • White Instagram Icon
  • Branca ícone do YouTube

Instituto Cãodeirante

Política de Privacidade

ocaodeirante@gmail.com

São Paulo/SP

410199-PD8Q59-641.png